NAMASTÉ!

NAMASTÉ!
SEJAM TODOS BEM VINDOS!
Loading...

Seguidores

Mercado Livre

terça-feira, 1 de novembro de 2011

POESIAS EGÍPCIAS,Poema Egípcio ,REI ESCORPIÃO.A ARTE DOS ARRANJOS DE FLORES NO EGITO ANTIGO.





ESCORPIÃO REI


Já deve ter ouvido falar de um rei Escorpião, e tudo indica, que no Egito antes dos faraós, houve de fato um rei assim chamado.
Foi encontrada, pelos arqueólogos, a cabeça de uma arma chamada maça. Ela está incompleta, mas parece que pertenceu a um rei Escorpião. Nos tempos antigos do Egito, essa arma era considerada símbolo do poder do rei. Sempre vemos nos relevos egípcios, o rei esmagando o inimigo com esse tipo de arma.

Como é grande e redonda, a cabeça dessa maça, embora não esteja completa, tem desenhos.

Mostra o rei usando a coroa branca do Alto Egito, com uma roupa ritual, e trazendo pendurado no cinto, o rabo do boi, que representa o poder.

Existe também o desenho de um escorpião, claramente visível. O rei, é representado em tamanho bem maior que as outras figuras, o que significa que ele era o mais importante.
Se esse rei existiu, ele governou o Egito antes da primeira dinastia conhecida. Portanto o trabalho dos arqueólogos é muitíssimo complicado. Como ter certeza de coisas que aconteceram a milhares de anos atrás? Até mesmo as pecinhas do quebra-cabeças se perdem e se desmancham com o tempo. Agora, detetive, é com você!
Então onde está o mistério?

Até hoje, não se sabe se existiu mesmo um rei chamado Escorpião, porque não existem provas. Foi encontrada uma tumba, na cidade de Abidos, que é registrada como B50. Ela tem quatro aposentos e pode ter sido o local onde o rei Escorpião foi sepultado. Tumbas como aquela são muito antigas.

Mapa do Egito com a cidade de Abidos.
Lá mesmo, em Abidos, está a tumba que hoje é chamada de U-j, contendo ainda muitas coisas que deixaram para o morto, inclusive mais de duzentas jarras de vinho importadas da Palestina. Nesta tumba tem umas cento e cinqüenta etiquetas feitas de marfim ou osso, onde existem inscrições que ainda podem ser lidas, formadas por símbolos e letras. O símbolo mais freqüente é um escorpião junto com uma planta.
Os arqueólogos nem mesmo sabem se esse rei existiu de fato, mas será que ele governou o Egito? E essa tumba que não tem nenhuma inscrição, será que um dia ele foi sepultado ali? Ou será que eram dele as jarras de vinho (ele bebia um bocado!)? Será que Escorpião era o nome dele ou era um título?
Fica para você a tarefa de procurar pelas respostas! Agora, há um outro capítulo te esperando.

REFERÊNCIAS:

PARSONS, Marie. Abydos in Egypt. Visitado em 6 de Fevereiro de 2008. (em inglês)
VENDEL, Ottar. Dawn of Egyptian Culture. Visitado em 6 de Fevereiro de 2008. (em inglês) (desenho da maça)
FAPESP. O verdadeiro rei Escorpião. Visitado em 6 de Fevereiro de 2008. (em português)
FIGUEIREDO. Danilo José. Egito: o Berço do Ideal Imperial. Visitado em 6 de Fevereiro de 2008. (em português)
ISSIS ANTUNES


Poema Egípcio

 (extraído de um papiro de 3000 anos)





Ela é um menina, e não existe outra como ela.
Ela é mais bela que qualquer outra.
Olha, ela está como um deusa da estrela nascendo
no início de um ano novo feliz;
Brilhantemente branca e brilhante
Sua pele é clara; Seus olhos bonitos para olhar
E com lábios doces para falar;
Ela não necessita nem uma frase a mais
Com um pescoço longo e peito branco;
Seu cabelo é de Lápis Lazúli genuíno;
Seus braços são mais brilhantes que o ouro;
Os seus dedos são como as flores de lótus;
Com nádegas grandes e cintura cingida.
As suas coxas mostram sua beleza;
Com um passo firme ela pisa no solo.
Ela capturou meu coração em seu abraço.
Ela faz todos homens virar seus pescoços olhar para ela.
Só existe um único olhar quando ela passa por perto.



Poesias Egipcias
A poesia egípcia incluía trechos delicados de caráter lírico: aprox.1340 AC



Há sete dias que não vejo a minha bem-amada.
O desalento se abateu sobre mim.
Meu coração tornou-se pesado.
Esqueci até minha vida.
Quando os médicos vêm à minha casa,
Seus remédios não me satisfazem...
Ninguém descobre minha doença.
Mas se me dizem: "Olha! Ei-la",
Isso me restitui a vida.


POEMA A "NEFERTARI" esposa de Ramsés II


" A Princesa rica em encantos,
Senhora do afeto,
Meiga de amor,
Dona de Duas Terras.
Poetisa de lindo semblante,
A maior do harém do Senhor do palácio.
Tudo que dizeis será feito para vós.
Todas as coisas bonitas de acordo com vosso desejo.
Todas as vossas palavras trazem alegria a face.
Por isso os Homens adoram ouvir tua voz."
 OUTROS ESPAÇOS POÉTICOS
http://poesiaemtodaparte.blogspot.com
ISSIS ANTUNES

A ARTE DOS ARRANJOS DE FLORES NO EGITO ANTIGO





A arte dos arranjos de flores ou arranjos florais foi um 
componente muito importante na cultura Egípcia e os
 registros históricos indicam que era comum o uso de 
vasos com flores de corte, arranjos de flores, guirlandas,
 coroas de flores, cocares florais, colares, como também 
o uso de flores na decoração de eventos, cerimoniais,
 procissões ou simplesmente na decoração da mesa, do 
lar ou ambientes. Este fato pode ser observado nas 
 como nas decorações das paredes pintadas e estilizadas
 que existem até hoje.
 Poderemos notar também que até na Arquitetura as
 flores eram fonte de inspiração para esta antiga
 civilização, como nas colunas decoradas dos antigos
 templos.Decorações com lótus branco, friso em um
 palácio em Amarna (1352-1336 AC)

As flores estavam presentes no antigo Egito
 praticamente em todos os momentos, basta saber que a
 flor de Lótus (lótus do Egito ou lótus branco)
 simbolizava o Alto Egito e o Papiro representando o 
Baixo Egito. Por causa das regras formais da arte 
egípcia, o Lótus (Nymphaea lotus) consagrado para a 
deusa Ísis e o papiro são as plantas em destaque nesta
 civilização, descritos durante quase 2000 anos de forma
 quase que exclusiva. Esta flor aparece frequentemente 
nas antigas decorações egípcias..

Os antigos egípcios usavam nos arranjos de flores os
 recursos vegetais naturais da região do Alto e Baixo
 Nilo.[
 Uma mudança sutil começa a aparecer somente durante
 a era ptolomaica (305-30 AC) onde foram encontradas
 guirlandas com outros tipos de flores em adornos de
 múmias e mesmo alguns escritos da Grécia e Roma 
antiga descrevem que nesta época no antigo Egito 
existiu uma vida com maior variedade vegetal, mostrando
 que as plantas estrangeiras tinham sido introduzidas. 
Vinda da Pérsia, a lótus rosa (Nelumbo nucifera) também
 começou a ser cultivada no Egito, mas durante este
 último período a Rosa certamente era a flor que ocupava
 lugar principal nesta mudança. Também foi uma das
 primeiras civilizações em imortalizar as flores
 artificialmente, confeccionando peças com motivos 
florais em materiais duráveis, como por exemplo, o ouro.

A flor de flor de Lótus Branca era cultivada em lagoas e
 pântanos, sendo que as plantas mais populares entre os
 egípcios estavam incluídas o Papiro e a Palmeira.
 Como flores mais utilizadas, temos duas espécies
 nativas de lótus: o lótus branco (Nymphaea lótus) e a 
 caerulea), Acácia, Papoula, Lírios, Rosas, Jasmins,
 Narciso e a Peônia entre outras.

Fatos interessantes sobre a flor de Lótus


ARRANJOS DE FLORES NO 
EGITO ANTIGO
ANTIGOS EGÍPCIOS 2800 AC A 28 AC

UTILIZAVAM DECORAVAM  COM FLORES E 
ADORNAVAM  O  AMBIENTE  DECORANDO  COM 
ARRANJOS FLORAIS A MUITO TEMPO, ESSA É  UMA 
DAS MAIS ANTIGA PRATICA COM FLORES QUE SE TEM
 REGISTRO.

A flor de lótus é citada em várias civilizações antigas
 como sendo uma flor especial. Para os Egípcios, o 
primeiro dos deuses emergiu do Caos inicial e da 
escuridão sobre uma flor de lótus, assim como
 acreditavam que a flor de lótus deu-lhes força e poder;
 restos da flor foram encontrados na tumba de Ramsés II.



O número 1.000 na antiga numeração egípcia é
 representado pelo símbolo do lótus branco.



Desta flor também era extraída a essência para a
 fabricação de perfume.
 Eles também usaram o lótus branco em guirlandas, para
 ofertas do templo e adorno feminino.

ISSIS ANTUNES






NAMASTÉ!!
TENHAM UM LINDO DIA!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

NAMASTÉ!
SEJAM BEM VINDOS!
DEIXE SEU COMENTÁRIO.
OBRIGADA!